10 coisas que aprendi morando na Alemanha

1

Depois de três anos casada com um alemão, algumas amizades alemães, quatro Oktoberfests, sofrimento constante com o uso do die, der e das e algumas cervejas mais tarde, adotei a Alemanha como a minha nova casa. Muito mudei, muito descobri e muito aprendi, e aqui estão algumas dessas coisas que aprendi morando nesse país que me conquista todos os dias um pouco mais:

A OKTOBERFEST É FAMOSA, MAS NÃO É O ÚNICO EVENTO DO GÊNERO

Para começo de história, a Oktoberfest é um Volksfest, ou seja, um festival de pessoas, se traduzido literalmente ao português. É o mais antigo do gênero, mas não é o único. Durante todo o ano festivais como a Oktoberfest acontecem pela região da Bavária, e até mesmo em outras regiões do país.

Há tantos deles, que até cidades minúsculas do interior têm seu próprio festival. O segundo maior é o que acontece em Straubing no mês de agosto, chamado de Gäubodenvolksfest. E quer saber? A Oktoberfest sem dúvidas é legal e uma experiência única, mas festivais menores são ainda melhores, já que são mais originais.

Brezen na Oktoberfest 2014. Foto: Allane Milliane

Brezen na Oktoberfest 2014 | Foto: Allane Milliane

VESTIR O TRAJE BÁVARO NÃO É CLICHÉ

Pois é, sabe aqueles trajes típicos que se usa na Oktoberfest? Então, eles são usados em todo e qualquer Volksfest ao longo do ano pelos alemães, e há até quem se case nesses trajes. Morando por aqui, ter um Dirndl, no caso das mulheres e uma Lederhosen no caso dos homens, é mandatório, é uma tradição levada à serio, e não é cliché.

RECICLAR

Reciclagem é algo muito importante na Alemanha, o lixo todo é separado entre orgânico, plástico, papel e vidro, e estes são ainda divididos em cores: verde, marrom e branco/transparente. Consciência ambiental aqui é coisa séria e funciona muito bem.

A GRANDE MAIORIA DOS HOMENS SÃO ÓTIMOS DONOS DE CASA

Os homens alemães no geral limpam a casa, consertam encanamentos e chuveiros, lavam e passam a roupa, cuidam das crianças, cozinham – muito bem por sinal – e adoram um supermercado. Em casa, tarefas domésticas são definitivamente divididas, mais do que justo não é?

EXISTEM MAIS DE 1000 TIPOS DE SALSICHA

Saber que na Alemanha salsicha é paixão nacional é uma coisa, agora descobrir que existem mais de 1000 tipos de salsichas é outra. Se bem que basta dar uma passadinha em qualquer supermercado, para perceber que tem tanto tipo de salsicha à venda que a escolha torna-se difícil.

Em meio à salsichas de sangue, apimentadas, com ervas e brancas, tive que testar várias até achar uma que me lembrasse a nossa simples salsicha brasileira. No meio do caminho, encontrei opções maravilhosas. Aqui tem para todos os gostos!

Salsicha branca | Foto: Allane Milliane

Salsicha branca | Foto: Allane Milliane

A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL É UM ASSUNTO LEVADO MUITO A SÉRIO

Quando estudamos a Segunda Guerra Mundial na escola, vemos esse acontecimento como algo muito longe da nossa realidade, e muitos até debocham ou brincam com o sinal do Hitler. Pois bem, apesar dessa guerra não ter matado nossos avós e bisavós no Brasil, aqui na Alemanha todo mundo teve pelo menos um ente querido que morreu nessa época sombria do continente europeu.

Os alemães carregam um sentimento de culpa e vergonha muito grande desse passado, portanto, se falar sobre esse assunto com algum deles, que seja feito com muito respeito.

CARTEIRA DE MOTORISTA NÃO VENCE

E se eu disser que a carteira de identidade aqui na Alemanha vence, mas a carteira de motorista não? Interessante: você continua sendo você até morrer não é? E ainda assim precisa renovar sua identidade quando vence, mas e continua sendo bom motorista para o resto da vida? Acho que não hein.

Quase tudo na Alemanha faz sentido, mas devo dizer que essa regra não faz muito sentido para mim não. Mas, cada país com suas regras. Por isso de vez em quando tem tanto “barbeiro” dirigindo pelas ruas alemãs.

OS ALEMÃES TAMBÉM BEBEM CERVEJA QUENTE

Sabe aquela cervejinha gelada brasileira que vem com aquela camadinha de gelo por fora da latinha/garrafa? Esquece: vocês não irão encontrá-la na Alemanha. As cervejas aqui são no máximo frias; geladas, muito raro, talvez em casa.

E sabe quando faz tempo que você está naquele mesmo copo e joga fora quando está quente? Aqui não, cerveja se toma quente também, até porque aqui é frio na maior parte do ano, e também porque alemães não desperdiçam uma cerveja. Imagina que seu copo é daqueles da Oktoberfest de 1 litro? Vai jogar fora a metade? Ahhh não!

NÃO É QUE OS ALEMÃES SEJAM FRIOS, ELES VALORIZAM A PRIVACIDADE

Uma das primeiras coisas que passei a entender sobre a cultura alemã. Não, não é frieza, eles apenas valorizam a privacidade e o espaço do outro. O tempo e a confiança em você fazem com que eles se abram mais, sintam-se mais à vontade com você que antes era alguém novo, diferente. A verdade é que os alemães são muito mais sentimentais do que se imagina.

SE BRINDAR, TEM QUE OLHAR NO OLHO!

Regra importantíssima para brindar com os alemães! Olhe no olho, mesmo que a mesa tenha 10 pessoas. Esse costume é uma forma de passar confiança para o outro, então não vão pagar esse mico de não olhar no olho quando brindar com um alemão… já imaginou se for em um jantar de negócios? Ai ai ai.

Foto: Allane Milliane

Foto: Allane Milliane

 

//Quer escrever para a Plot?
Escreva pra gente no contato@mundoplot.com.br contanto a sua história ou dica, que entramos em contato para combinar os próximos passos! :)

O que achou? Conta aqui pra gente :)

Compartilhe:

Sobre o autor

Allane Milliane

Apaixonada por viajar, mergulhar e por Fórmula 1, adora ler um bom livro, não dispensa uma taça de vinho e um macaron. Não se cansa de observar a cultura alemã e conta tudinho sobre suas viagens e sua vida na Alemanha no seu blog Packing my Suitcase, e a partir de agora também aqui no Mundo Plot.

1 Comentário

  1. Pingback: Os melhores de 2015 na Plot! | PLOT