Dramin, coragem e poesia

0

A nossa nova coluna “Segunda de Inspiração” chega com o objetivo de dar outra cara ao começo da sua semana! Reflexão, leveza e um olhar diferenciado sobre o mundo das viagens. A segunda-feira não precisa ser chata sempre, vem descobrir isso com a gente! Hoje, uma prosa poética para motivar mudanças, viagens e a quebra da estagnação.

 “O ônibus chacoalha muito. O carro também.
Entre idas e vindas, era esperado e natural que a vertigem desse as caras e fizesse a vista escurecer. Precisei me escorar em alguns abraços para não desabar.

O ônibus chacoalha muito. O carro também.
Entre vindas e idas era natural e esperado que algumas coisas fossem quebradas e outras perdidas, assim como, que muitas outras fossem encontradas e acolhidas. 

Estava na previsão clichê da cigana do vestido azul:
algumas pessoas desbotariam para que outras se tornassem coloridas.
Era óbvio, gritante, mas ainda assim, as vezes, assusta.
A percepção de não pertencer ao aqui e muito menos ao lá sinaliza uma transição instigante de quem pega a estrada uma vez
duas ou três
De quem faz as malas. E se refaz.
De quem muda
De casa, de olhar, de fala, e sobretudo, de postura.
Assusta.
Estranha.
Mas é só as vezes, juro.
Entre  vindas e idas, eu quero ir e vir muito mais e por muitos outros caminhos.

Quando passa o normal sentimento de anormalidade, lembro que do verbo “pertencer” me interessa apenas a sonoridade da última sílaba.
O ônibus chacoalha muito. O carro também. O avião tem turbulência, o barco maresia.
Respira: Dramin, coragem e poesia!”

Outros textos da autora aqui e da coluna Segunda de Inspiração aqui!

Boa leitura!

O que achou? Conta aqui pra gente :)

Compartilhe:

Sobre o autor

Hadassa Paravizo

Graduanda em Lazer e Turismo pela EACH - USP