Noronha: um Senhor Fernando!

0

Conheci esse pedacinho de paraíso no ano passado na companhia de uma grande amiga e tive a oportunidade de ir novamente este ano com outra amiga e meu irmão, que pela primeira vez estava fazendo uma trip comigo, durante as férias tão desejadas.

Pensando nisso, resolvi compartilhar um pouquinho dessa experiência para motivar mais pessoas a colocar a mão no bolso (sim, é caro!) para conhecer esse lugar único no mundo!

003

Nas duas vezes que fui, fiquei apenas quatro dias. Sei que parece pouco, mas com as taxas da ilha e preços aplicados por lá, não foi possível ficar mais. Mas garanto que foram dias muito bem aproveitados!

Como os voos chegam no meio da tarde, o primeiro passeio obrigatório é o pôr-do-sol. Existem vários lugares para fazer isso por lá, mas nada melhor do que já dar uma olhadinha para o cartão postal da ilha, né? Então convido vocês a irem ao Mirante do Boldró que sempre tem uma música boa e cerveja gelada pra deixar mais gostoso esse momento e ainda tem o Morro Dois Irmãos ao fundo.

002

Depois disso você estará nutrido para curtir cada pedacinho da ilha! Que você pode fazer alugando um bugue ou usando o ônibus que percorre a única estrada da ilha que liga tudo, considerada a segunda menor BR com 7km, como nós fizemos. Outra prática muito comum por lá é pedir carona. Usem e abusem disso! Sempre tem um morador ou turista disposto a te dar uma ajudinha e já aproveita para conhecer pessoas e ouvir histórias.

As noites em Noronha são sempre agitadas, sendo cada dia num lugar diferente. O Bar do Cachorro é o mais famoso e sempre um bom lugar para ir, porém, fiquem atentos: a badalação começa normalmente depois das 22h/23h e acontece na Vila dos Remédios, o centrinho da ilha.

006

Como nosso objetivo era aproveitar muito a ilha, a badalação ficou um pouco de lado e optamos por dormir e acordar cedo.

Foram dias de muita praia (levem comidinhas e água pois não existem quiosques na maioria delas) e sol. A diversidade marinha tão próxima impressiona. Vimos peixes, lagostas, tartarugas gigantes e tubarões. Além de dezenas de golfinhos velozes e aparecidos.

Para quem curte natureza e liberdade, Noronha é o destino certo! As pessoas são solícitas e carinhosas, a vibe do lugar é única!

Aproveitem esse paraíso. Quem sabe não nos encontramos lá?

Talita Feliciano.

 

O que achou? Conta aqui pra gente :)

Compartilhe:

Sobre o autor

Plot

Consultoria de planejamento de viagens - para saber mais sobre nossos serviços, clique aqui. Navegue pelo nosso site para acompanhar nossa Expedição pelo sudeste asiático, se inspirar com histórias e dicas de viagem e acompanhar as colunas de nossos correspondentes mundo afora.