O Gran Balon

0

O sol brilha cintilante no Borgo Dora, minha mente volta ao chá das cinco, de frente a uma banca onde xícaras de porcelana da década de 30 estão cuidadosamente expostas em meio a bibelôs e abjures; sinto um cheiro de hortelã que não existe, e da porta do Café Bistrô pouco iluminado, vem flutuando em volume baixo as notas de um suave jazz. Continuo caminhando entre livros, gibis e discos, quando avisto estendido no chão “o morto”, a bala atravessou seu capacete, foi-se o valente soldado. Está tudo bem, sem sustos, porque hoje é dia de Gran Balon, bebê!

O Gran Balon

O mais famoso e antigo mercado de pulgas de Torino, lá se encontra de tudo, desde as coisas mais singelas e delicadas até artigos da segunda guerra mundial, como capacetes com furo de bala, medalhas e uniformes. Acredite, o que de mais moderno você vai encontrar lá será peças de roupas que parecem ter saído do guarda roupa do Will Smith em “Um maluco no pedaço”. É sem dúvida uma delícia de passeio pelo que tempo não desfez, em curiosos objetos a marca digital de quem esteve ali, aquele que pousou a agulha da vitrola na sua faixa favorita, a menina que no embalo da musica rodopiou com seu vestido branco, agora já amarelado, a câmera que a fotografou em branco e preto, até mesmo a fotografia estava lá, no meio de tantas outras em um caixinha de madeira aberta. A essa altura já estou envolvida com a charmosa sedução do “outro tempo”, daquilo que não nos pertence de verdade; o passado.

gran-balon-types

Mesmo quem bate cartão no Gran Balon como eu, é capaz de se surpreender sempre, seja com a exuberância de um amontoado de malas antigas, com o cão São Bernardo deitado à sombra do toldo do pequeno café ou até mesmo com aquele rapaz logo em frente, que atravessou a noitada e sofre ainda os seus efeitos as 10:30 da manhã, em uma roda ensolarada, ele dança de olhos fechados ao som da guitarra e do potente gogó Jamaicano, e eu o invejo por alguns segundos, o seu momento, sua sintonia com a musica, o seu sorriso e as mãos chacoalhastes em direção ao céu, quase um culto de agradecimento ao artista de rua. É bem provável que as moedas que sobraram do troco da cerveja que ele segurava com a mão direita, tilintaram no chapéu do cantor. Pra quem como eu ama antiquário, brechós e raridades esse é sem duvidas um lugar fascinaste.

gran-balon-caixa-de-relogios

Na Verdade Torino é muito conhecida por seus negócios de usados, pela cidade existem várias lojas que funcionam todos os dias, e muitas outras feiras acontecem durante o ano. Mas a feira Gran Balon reúne expositores de várias partes da Itália e até de outros países. Porta Palazzo, um dos bairros mais antigos de Torino, neste dia abraça lojas e bancas de artigos de segunda mão, relíquias épicas e improváveis, verdadeiros tesouros pra alguns, lixo e entulho para outros. Se um dia você vier para Torino, lembre-se disso, um objeto que carrega milhões de histórias quais você provavelmente nunca saberá, mas que assim te permite viajar na imaginação, é sem dúvidas um presente fantástico para alguém especial que te espera retornar da viajem, eu pelo menos adoraria.

O gran balon

 

O que achou? Conta aqui pra gente :)

Compartilhe:

Sobre o autor

Ciça Gregory

Gaúcha de berço e sangue, paulista de coração e história. O destino de repente a chutou atrapalhada para o velho continente, e por ora, no norte da Itália levantou acampamento. Divide a coluna "Ciao!” e a Cidade de Torino com seu amigo Fábio Lattes, que por ventura encontrou no caminho dessa vida de expatriado.