Turim: a Capital Italiana de Arte Nouveau

0

Os ruídos da velha bicicleta cortam a mansa quietude, bela sonoridade para um domingo de frio e ruas vazias. As mãos congelam por baixo das luvas, o cachecol não basta, mas diante de mim estão os últimos raios do entardecer torinês e, ao olhar pra cima, vejo o topo dos prédios formando as linhas que riscam o céu de inverno. Estaciono a magrela, e a liberdade dos traços chicoteados na arquitetura da minha avenida favorita de Turim preenchem o meu olhar.

A belíssima Casa Della Vittoria, Turim

A belíssima Casa Della Vittoria, Turim

A “Corso Francia” é uma avenida que reúne um dos maiores conjuntos de prédios inspirados na Arte Nouveau (ou Liberty, como é chamada na Italia) em Turim.

Com certeza a arquitetura cheia de curvas charmosas inspira qualquer um que por lá passeie. Mesmo tremendo de frio como eu estava, foi impossível não parar para fotografar o edifício “Casa della Vittoria”, que mistura a arte nova e gótica, cheio de detalhes inquietantes. Nas imagens também pode-se ver a delicadeza da Casa Fenoglio-Lefleur e outros edifícios vizinhos.

balcone-casa-della-vittoria

Reparem os dragões que zelam as janelas. Dentro deste apartamento, eu juro que não teria medo de nada!

O movimento da Arte Nouveau se consolidou entre as décadas de 1890 a 1910, e essa expressão artística fez parte da transição entre o historicismo e o modernismo. Diferente de outros movimentos artísticos, o estilo Nouveau não teve forte impacto nas artes plástica mesmo tendo inspirado muitos artistas gráficos e pintores como Toulouse Lautrec, Alfons Maria Mucha e Gustav Klimt.

O estilo criava traços livres, orgânicos como hera no meio da mata virgem, serpenteando entre a arquitetura e objetos de decoração, mobília, prataria, vitrais, jóias, molduras. A Arte Nouveau simplesmente foi vivida em todas as formas possíveis, arrastando-se também para a publicidade em cartazes e rótulos de produtos.

Turim é considerada a Capital da Arte Nouveau Italiana. Se de repente você estiver pelas bandas de cá, 170 obras de Toulouse Lautrec estarão exposta até 5 de março no Palazzo Chiablese de Turim, e o passeio vale muitíssimo a pena.

O que achou? Conta aqui pra gente :)

Compartilhe:

Sobre o autor

Ciça Gregory

Gaúcha de berço e sangue, paulista de coração e história. O destino de repente a chutou atrapalhada para o velho continente, e por ora, no norte da Itália levantou acampamento. Divide a coluna "Ciao!” e a Cidade de Torino com seu amigo Fábio Lattes, que por ventura encontrou no caminho dessa vida de expatriado.