Uma decisão… e uma história de recomeço

0

Já faz algumas semanas que essa coluna aqui está paradinha… por isso, peço desculpas! Mas tenho um motivo para essa pausa: tomei uma decisão em maio que deu origem a uma grande reviravolta na minha vida. Mais uma! Decidi voltar para o Brasil depois de 2 anos e 8 meses morando em Karlsruhe. Pois é… tem muita gente que falou que eu não deveria voltar, outras pessoas incentivaram a minha volta, e outras ainda tentaram me fazer ficar.

Mas motivos a parte para a minha decisão, a minha volta significa, também, despedida. Dizer um até logo para a família, os amigos, meus alunos… O coração aperta! Aperta ainda mais quando eu sei que preciso me despedir dessa coluna também. Foram semanas muito boas, uma experiência incrível!

Mas falemos então do recomeço. Decidi voltar para o Brasil, e como gosto muito de desafios, fiz a minha mudança em duas semanas. Uma correria louca cheia de detalhes: roupas para separar, louça para empacotar, fotos para guardar, pessoas para encontrar, caixas e malas, e mais malas para arrumar. No final, como tudo deve ser, as coisas se ajeitam. Você se despede dos amigos, da família, você envia uma caixa de 30 kg pelo correio, uma amiga te ajuda a carregar outra de 32kg, e você se prepara para o dia do embarque. Mas como nada poderia ser tão fácil, e simples, ainda vivi aquela aventura final, que só vemos em filme: duas malas enormes aberta no aeroporto tentando realocar peso para não pagar excesso de bagagem.

E enfim, já algumas semanas no Brasil, inicio um novo recomeço. Um novo capítulo de vida, quem sabe uma nova coluna em algum outro lugar; mas com certeza, começo a escrever uma história nova carregando uma bagagem leve e cheia de experiência nas costas. A verdade é: a gente nunca imagina como será a volta quando estamos dentro de uma aventura. E para ser honesta, ninguém que já voltou sabe explicar para nós como é esse sentimento de retorno. É uma alegria, é uma despedida, é expectativa, é saudade, é vontade, é abraço, é tanta coisa dentro de um coração só. E com um sentimento totalmente confuso, me despeço de vocês. Deixo aqui, as últimas palavras da minha aventura de dois anos e oito meses morando em uma cidade “pequena” na Alemanha chamada Karlsruhe.

Então, te encontro mais para frente, em uma viagem, em outro post sobre uma das minhas muitas histórias viajando pelo mundo, ou em um café para bater um papo sobre a vida. E para não acabar este post com tristeza, te dou o meu melhor conselho: SE JOGA! O mundo cabe dentro de você, e sair em busca dele só depende de você! Auf wiedersehen….!

//Quer escrever para a Plot?
Escreva pra gente no contato@mundoplot.com.br contanto a sua história ou dica, que entramos em contato para combinar os próximos passos! :)

O que achou? Conta aqui pra gente :)

Compartilhe:

Sobre o autor

Bárbara Bayer

Relações públicas, viajante de carteirinha e locatária de uma kitnet na Alemanha. Joga amadoramente handball e, quando ninguém está olhando, faz dancinhas bizarras, seja para comemorar, para espantar o frio ou só porque lembrou de uma música que adora. Escreve a coluna Alltag, sobre sua vida em Karlsruhe, na Alemanha.