Uma viagem para Taiwan | Parte 1: Taichung

1
Camila Hong é uma Korean-brazilian (filhos de coreanos nascidos no Brasil) e publicitária que mora em São Paulo e passou um ano morando na Coreia do Sul para entender melhor suas raízes. Foi nessa estada que ela fez uma viagem para Taiwan com amigos – e conta tudo pra gente nessa série de 2 posts. O primeiro, sobre sua chegada no país, o choque cultural e a passagem por Taichung. No segundo, o tema é Puli e Taipei. Fique de olho!

Essa viagem não era uma viagem planejada.

Não estava na minha lista “top 5 destinations” e tampouco previsto na minha planilha de gastos.

Respirei. Pensei. “Já estou do outro lado do mundo aqui na Coreia e a última vez que nós 3 estivemos juntos foi há mais de 4 anos”.

Quando percebi, já estava sentada naquele avião estranhíssimo cheio de Hello Kitty. A passagem, o travesseiro, talheres e guardanapos tinham o desenho da gatinha. Surpresa – até a comida, sim, até a comida tinha a carinha dela estampada.

“Esses orientais são loucos, né Young?”, pensei. Mas só pensei, porque Young era oriental e poderia ficar ofendido com o meu comentário.

Viagem para Taiwan

Travesseiro, passagem… | Foto: Camila Hong

Viagem para Taiwan

Até na comida! | Foto: Camila Hong

Chegamos em Taipei.

Já tinha escutado que o verão dos países asiáticos castigavam, mas sou brasileira né? I can handle it.

Umidade. Muita umidade.

“Droga, mas ainda estamos em maio”, pensei com a camiseta grudando no corpo.

TIC – TAC.

Estávamos atrasados.

De Taipei pegaríamos um trem rumo a Taichung, cidade que nossa amiga taiwanesa, Vera, morava. Pegamos nossas malas e pedimos informações para as pessoas do aeroporto.

Tenho que confessar, que de todos os países orientais que tinha viajado até então, nunca vi orientais tão simpáticos e dispostos a ajudar!

Depois de meses vivendo longe do Brasil, me senti cercada de “brasileiros com olhos puxados”. Eles sorriam e mesmo com inglês ruim faziam questão de, no mínimo, apontar os caminhos.

Pegamos um taxi até Taoyuan Railway Station que não durou nem 20 minutos. O taxista, sabendo que estávamos atrasados, dirigiu – sem brincadeira – a 140km/h. Enfartei quando ele atendeu o celular e continuou dirigindo.

Já tínhamos comprado o bilhete pela internet e precisávamos só retirar na bilheteria. Mesmo assim, não deu. Perdemos o trem.

Mas os funcionários, todos atenciosos, nos colocaram no próximo (e último trem da noite) sem custos adicionais. Demoraria uns 30 minutos até o próximo trem sair e, como já eram 11h da noite, resolvemos comer algo.

LOJA DE CONVENIÊNCIA:

Viagem para Taiwan

Quitutes locais na lojinha de conveniência mais próxima de você! | Foto: Camila Hong

Na Ásia é super normal e há em todo lugar lojas de conveniência (as 7-Eleven que tínhamos por aqui). Mas o curioso é que, além de balas, chicletes e salgadinhos com desenhos engraçados, também são vendidas coisas peculiares da região, como marmitas, salsichas, ovos, sopas e legumes. Basicamente um mini supermercado.

Bom, desisti de comer algo muito exótico e fui mesmo no salgadinho que já estava satisfatório.

CHEGANDO EM TAICHUNG

Entramos no trem – que era super limpinho e aconchegante – que a cada parada falava em mandarim e inglês. Além disso, tem um espaço razoável para mala no compartimento de cima das cadeiras (estava sem o mochilão, fui com uma mala de rodinhas media e coube sem problemas).

Chegamos em Taichung em menos de 1h. Saudade, abraços e lembranças!

E com muita fome. Nossos queridos anfitriões nos levaram para jantar em um dos restaurantes locais mais famosos da região (daqueles que têm fotos de artistas colocadas na parede).

Viagem para Taiwan

Típico restaurante Taiwanês | Foto: Camila Hong

Não sou fã de ostra, mas era a especialidade do local e confesso que foi incrível! Mas não espere nada chique e limpo.

Se preferir, coma de olhos fechados para não desistir no meio! Hahaha

FENGJIA NIGHT MARKET

Viagem para Taiwan

Feirinha noturna de Taiwan que tem de tudo – e mais um pouco! | Foto: Camila Hong

Taiwan é famosa pelo seus night markets.

Cansei de escutar que a comida “noturna” de Taiwan é incrível e barata.

Fengjia market, um dos mais famosos do país, foi um choque assim que cheguei: muita gente, barulho, cheiros, cores, resumindo, muita coisa acontecendo!

Além de zilhões de barraquinha de comidas, também existem “ambiente mais reservados” – ou seja, restaurantes com mesinhas e cadeiras. Mas não espere conforto! E nada de, depois de comer, ficar sentado lá papeando, afinal tem outro clientes querendo entrar e comer.

Viagem para Taiwan

Barraquinha de frutas? Tem lá também! | Foto: Camila Hong

Mas garanto, a graça mesmo de night market é comer em pé mesmo enquanto fica extasiado vendo de tudo :)

Viagem para Taiwan

Loucura! | Foto: Camila Hong

Quanto à comida, a variedade é imensa mesmo. Não se assuste com porcos, galinhas, patos pendurados. E ah… miúdos não faltam! Espetinhos de fígados, coração e petiscos de sangue de pato estão por todos os lados! Confesso que se você for fresco para comer, dificilmente vai querer experimentar algo por lá.

E ah, não se engane! Não é só comida exótica que se vende por lá. Prepare-se para ver roupas, brinquedos, capas de celulares, bugigangas, óculos de sol e até jogos de arcade.

O QUE COMER EM TAICHUNG

Bubble tea:
Viagem para Taiwan

Bubble Tea | Foto: Camila Hong

Taichung é a cidade do Bubble Tea! E, por isso, na manhã seguinte foi o que provamos!

É uma bebida cremosa (fria ou quente) feita de chá, leite/fruta e bolinhas de tapioca.

No Brasil ainda não tem força, vi poucos lugares que vendem (basicamente em bairros orientais). Mas na Ásia é super popular! Desde crianças até vovós e vovôs adoram.

Eu pessoalmente não gosto muito, mas de longe o de Taichung foi o melhor que já experimentei.

Xialongbao:
Viagem para Taiwan

Xialongbao… hmmm! | Foto: Camila Hong

São os famosos dumplings feitos no vapor de diversos recheios.

Definitivamente não pode faltar na sua viagem por Taiwan (principalmente os de carne de porco e camarão)!

Comemos no famoso e aclamado Din Tai Fung e não nego que estava excelente. Estávamos em 4 pessoas e pedimos por volta de 12 cestinhas – ou seja, cada um comeu 30 xialongbaos!

Obs: não desanime se você não passar por Taichung e quiser experimentar! Esse restaurante tem diversas franquias por Taiwan + outros países.

Durian:

Ao contrário do sofrimento que passei na Coréia, as frutas de Taiwan são deliciosas e baratas! <3 Muito amor por isso.

E finalmente tive a oportunidade de conhecer de perto o famoso durian. Nunca vi essa fruta no ocidente, mas no Sudeste Asiático ela é considerada como “king of fruits”.

Durian (muitos brasileiros dizem que se parece com jaca) é conhecida pelo seu odor e sabor único. É aquele tipo de relação amor ou ódio. Nunca existe um meio termo. Inclusive em Cingapura, por exemplo, em transportes públicos é proibido come-los!

Quanto ao cheiro ele é de fato muito forte. Alguns dizem que tem cheiro de estragado, azedo, mas para mim era aceitável – até experimenta-lo.

Passeando pelo night market, a indecisão de experimentar ou não durian era óbvia. Até que uma moça que trabalhava na barraquinha de frutas sem hesitar sorri e põe um pedaço na minha boca. Eu com a simpatia só abri a boca torcendo por mim mesma.

CÉUS!! Senti aquela fruta cremosa, pastosa invadindo minha boca e aquele gosto saiu até pelas minhas narinas (sabe esse feeling?). Era um mix de cebolas e alhos podres, azedo.

Viagem para Taiwan

A polêmica Durian (igualzinho à jaca, vai?!) | Foto: Camila Hong

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Viajar para Taiwan

A reação da Camila ao comer a Durian | Foto: arquivo pessoal

Só queria tirar aquilo de mim, da minha boca. Mas como com a moça olhando, sorrindo e esperando resposta? Corri… corri o mais longe possível, ouvindo risadinhas do meu amigo dizendo “eu te avisei”. Bom, depois desse dia o cheiro só piorou. Tento evita-lo.

Mas vale experimentar! Conheço diversas pessoas que amam e dizem que os doces (sim, doces) de durian são incríveis: bolos, sorvetes.

Stinky Tofu:
Viagem para Taiwan

Os stinky tofus (da internet, porque não consegui nem tirar foto) | Foto: Camila Hong

Falando em alimentos com odor peculiar, muitas vezes de repente sentíamos um cheiro terrível – muito, muito pior que durian.

Descoberta: era o famoso stinky tofu. Basicamente um tofu fermentado, que parece inocente!

Resultado: não consegui nem chegar perto para experimentar.

MOTOS EM TAICHUNG

Assim como na China e no Vietnam, o que não falta em Taiwan são motos (estilo scooter). Mas o que os diferem é que os motoqueiros de Taiwan usam capacetes. É um show de desenhos criativos!

Inclusive vi diversas lojas que vendiam só capacetes<3.

Viagem para Taiwan

Essa incrível moda dos capacetes…

Atenção: bastante cuidado – as motos passam até nas ruazinhas do night market!

O que achou? Conta aqui pra gente :)

Compartilhe:

Sobre o autor

Plot

Consultoria de planejamento de viagens - para saber mais sobre nossos serviços, clique aqui. Navegue pelo nosso site para acompanhar nossa Expedição pelo sudeste asiático, se inspirar com histórias e dicas de viagem e acompanhar as colunas de nossos correspondentes mundo afora.